BLOG

Lingerie nude: do desprezo à cobiça das mulheres

Certamente você ouviu falar bastante sobre a tendência nude nos últimos anos. Assim como os vestidos e sapatos, a moda também acompanha o vestuário íntimo: o sucesso em vendas agora é a lingerie cor nude!

Esqueça o bege sem graça. Com diversas texturas, tecidos e detalhes, as peças ganham uma dose extra de elegância e sensualidade, para satisfazer o gosto de toda mulher.

Quer saber mais? Então continue a leitura e descubra porque as lingeries nude são a escolha certa.

A COR NUDE

A cor nude deriva de nudez, ou seja, que se ajusta ao tom da pele e dá a impressão de ser semelhante a ela. O que tínhamos como opção ainda era apenas uma tonalidade que não passava de nuances beges e rosadas, cuja equivalência era exclusiva apenas às pessoas com tons de pele mais claros.

Na última década, houve um avanço superpositivo nesse sentido, aumentando a gama de cores e adequando o nude à realidade, se ajustando ao tom de pele de toda mulher.

Além disso, é um posicionamento de igualdade e respeito, que vai em direção à democratização da moda e questiona a padronização do que é o tom de pele. Afinal, existe uma multiplicidade incrível, especialmente no Brasil!

Não é surpresa que o nude conquistou várias adeptas e logo saiu do espectro do vestuário, limitado a roupas e sapatos, ganhando espaço no mundo da maquiagem e se consolidando como uma tendência de moda íntima.

Alguns podem até dizer que é algo passageiro, porém, ele veio para ficar. É um tom básico, discreto e prático, que cria facilmente um look elegante para todas as ocasiões.

LINGERIE COR NUDE: COMO USAR?

Pode mesmo parecer uma tonalidade nova, mas cores próximas ao tom de pele já eram muito utilizadas em peças íntimas. Sua presença era unânime para acompanhar roupas claras, ou então em cintas e itens cirúrgicos.

Porém, a lingerie na cor nude está repleta de detalhes que a retiram do lugar comum, como a aplicação de rendas, pedrarias, estampas e tons pastel. Não é mais aquela calcinha ou sutiã para dias tediosos, mas uma lingerie que as mulheres desejam usar.

BABADOS, RENDAS E LAÇOS

Super femininos, os babados, as rendas e os laços já conferem charme às peças íntimas há décadas. Eles também combinam com o nude e suas variações pastel, que ficam mais delicados e atraentes que as peças lisas e básicas.

Mesmo sendo o melhor tom possível para utilizar com roupas claras, tome cuidado ao utilizar lingeries mais adornadas com roupas justas e evite que as peças íntimas fiquem marcando.

TONS DE NUDE

O nude é justamente composto por tons discretos e próximos à cor da pele, mas isso não significa que ele não pode combinar com outras cores para quebrar a monotonia.

Uma ótima dica é fazer combinações com outras cores sofisticadas e versáteis, como o branco e o preto. Além disso, não se limite aos nudes que ficam quase camuflados no corpo. As cartelas mais pastel ou mais terrosas também são investimentos perfeitos.

Sinônimo de luxo discreto, o nude é uma oportunidade incrível na moda íntima, e com certeza vai continuar presente no guarda-roupa das mulheres.

A lingerie cor nude continua sendo uma opção válida para ficar por baixo de peças mais claras, mas agora também existem sutiãs específicos para usar com blusas transparentes.

Fonte: Blog Fidelitá